PSG recusa ofertas de Barcelona e Real Madrid por Neymar

0
9

“Moedas de troca” oferecidas pelos gigantes espanhóis não agradaram o clube francês; atacante retornou aos treinos e trabalhou separado dos colegas

Por
Da redação

access_time

14 ago 2019, 17h49

O destino de Neymar segue uma incógnita apesar do avanço nas investidas dos clubes interessados em tirá-lo do Paris Saint-Germain. O clube francês rejeitou as últimas ofertas de Real Madrid e Barcelona, segundo informações da emissora britânica BBC desta quarta-feira, 14. Enquanto a novela segue, o jogador retornou de sua animada folga em Portugal e, de acordo com a agência AFP, treinou isolado do restante do grupo.

O PSG pretende recuperar o investimento recorde de 222 milhões de euros (991 milhões de reais pela cotação atual) que fez para tirar Neymar do Barcelona em 2017. Para isso, aceitar receber atletas valiosos e o restante em dinheiro. O Barcelona ofereceu nomes como do brasileiro Philippe Coutinho e do croata Ivan Rakitic, mas não conseguiu convencer a diretoria do PSG, que não está disposta a atender o desejo de Neymar de retornar à Catalunha.

A proposta do Real Madrid tampouco empolgou o catari Nasser Al-Khelaifi, mandatário do PSG. De acordo com a BBC, foram oferecidos os passes do galês Gareth Bale e do colombiano James Rodríguez, mas o clube francês insistiu por : Vinícius Junior.

A entrada do jovem atacante de 19 anos no negócio dividiu jornais da Espanha: enquanto os de Madri informam que foi o diretor de futebol Leonardo quem pediu a contratação de Vinícius, visto na França com um perfil “antiNeymar”, mais humildade e disciplinado, o diário Sport, da Catalunha, apontou que foi o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, quem decidiu “sacrificar” a promessa carioca em nome de seu sonho antigo de ter Neymar. Em ambas as versões, não houve acordo. 

A janela de transferências na Espanha, na França e na Alemanha fecha apenas em 2 de setembro, enquanto na Itália se dá um pouco mais cedo em 25 de agosto, respectivamente. Os clubes envolvidos, porém, esperam selar um acordo nos próximos dias. O PSG, que a princípio cogitava convencer Neymar a permanecer, agora vê a situação como insustentável, depois dos protestos de parte da torcida no último fim de semana. 

 

 

Fonte: Redação SBTV

Deixe uma resposta