Ele está no Brasil: quem é o húngaro por trás do meme ‘rindo de nervoso’

Um senhor de cabelos brancos e um sorriso de monalisa angustiado de dor/tristeza. A cena tem rendido uma infinidade de memes na internet desde 2012 e alçou o húngaro András Arató, 76, ao estrelato online.

Nesta semana, o seu nome voltou a repercutir na internet depois que o ex-engenheiro eletricista compartilhou fotos dele turistando por São Paulo, com destaques para fotos no estádio do Pacaembu, no Parque do Ibirapuera e em um bar. “Dias difíceis em São Paulo”, destaca uma das legendas em seu perfil no Instagram.

Arató se tornou sabido porquê varão do “sorriso nervoso” que “chorri” (chora e sorri), com o sobrenome em inglês de “Hide the pain Harold” (“Harold esconde a dor”, em tradução livre), título que é evidenciado em sua conta na rede social.

A foto de seu rosto serviu para simbolizar diferentes situações ruins que podiam ser disfarçadas ironicamente com um sorriso.

Visitante ao Brasil

Há quatro dias, a sua conta no Instagram compartilhou um vídeo em que Arató fala que está em conexão em Madrid em direção ao Brasil

A primeira foto no país foi publicada ontem 16, destacando a ingressão do Estádio do Pacaembu. Em tom de mistério, ele escreveu na legenda “Onde está Harold? (chorrindo)”.

O estádio Allianz Park também é evidenciado na publicação seguinte de sua conta, seguidas dele em um bar e no Parque do Ibirapuera.

A última imagem compartilhada destaca o bairro da Liberdade, região mediano de São Paulo, com a legenda destacando as bandeiras do Brasil e do Japão.

Quem é a pessoa por trás do meme

Andras Arató trabalhou 40 anos porquê engenheiro eletricista e deixou a profissão depois o sucesso na internet. Atualmente, ele aparições em eventos e dá palestras ao volta do mundo.

Em entrevista ao site Know Your Meme, András contou que tudo começou depois de uma viagem à Turquia naquele ano. Em seguida subir alguns registros da experiência em uma rede social húngara, um fotógrafo entrou em contato com ele o convidando para uma sessão de fotos.

O material ficaria disponível em bancos de imagens para usos corporativos e de sites, imaginou ele na idade. “Não esperava os memes”, disse em entrevista do The Guardian em 2019.

Pouco tempo depois, Arató fez uma procura no Google para saber porquê estavam utilizando suas fotos e percebeu que seu rosto estava sendo usado em piadas na internet. Nascia ali o meme “Hide your pain Harold”.

A verdadeira identidade de András só foi revelada em 2016, quando ele decidiu assumir o meme para si e produzir perfis nas redes sociais assumindo o sobrenome.

“Percebi que havia algumas páginas falsas usando meu nome e fotos porquê se fossem suas. Algumas delas com milhares seguidores. Pensei: se mais alguém pode tirar vantagem da minha popularidade, eu também posso”, contou Arató ao Know Your Meme.

Ele contou ao The Guardian que, no primórdio, sua esposa odiou aquela renome toda. Porém, quando começaram a surgir ofertas de trabalho, os dois ficaram mais confortáveis com os holofotes.

“Um site de futebol me levou para a Inglaterra para fazer um vídeo sobre o Manchester City. A orquestra de hard rock húngara Cloud 9+ tem uma música chamada Hide The Pain, comigo no vídeo. Sou o rosto de Totum, o cartão de desconto britânico governado pela União Vernáculo dos Estudantes — eles me fizeram usar um chapéu de balde. Eu até dei uma palestra no TED“, disse na idade.

UOL Tecnologia by [author_name]

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram