Fred inicia temporada com gols. Mas lado ‘esquentadinho’ preocupa Flu

Fred é sinônimo de gols. Ultimamente, no entanto, o atacante mostrou também um lado ‘esquentadinho’ durante os jogos do Fluminense, que preocupa o clube neste início de temporada. Depois permanecer de fora dos amistosos de pré-temporada, o jogador acumula três partidas em 2016 e já soma três gols até o momento. E também um cartão vermelho, posteriormente desferir soco na nuca de Léo, do Atlético-PR.

A agressão de Fred surpreendeu o Fluminense, que nunca esperava tal atitude do seu capitão. Até porque hoje a maior verosimilhança é que o camisa 9 não jogue mais partidas da Liga Sul-Minas-Rio, já que deverá pegar um gancho pelo soco em um ‘tribunal próprio’ criado pelo departamento jurídico da Primeira Liga.

O próprio Fred se mostrou preocupado com a repercussão do incidente e pediu desculpas para a torcida do Fluminense e todos que acompanharam o erro. O que mais o incomodou foi o indumento de acharem que ele foi covarde por agredir o rival por trás, o que ele negou. Segundo o camisa 9, Léo havia o agredido anteriormente e ele somente revidou.

Por outro lado, Fred mostrou continuar com o mesmo faro de bombeiro. Depois ser expulso contra o Atlético-PR, o camisa 9 não se abateu e marcou três gols nos dois últimos jogos: Volta Redonda e Bonsucesso (2).

E tantos gols marcados fizeram com que Fred fizesse história no Fluminense. Com os dois anotados na última quarta-feira, o atacante empatou com Telê Santana com 164 gols e virou o 4º maior bombeiro da história do Tricolor.

Se mantiver a média de gols dos últimos anos, Fred tem tudo para se solidificar na segunda colocação ainda em 2016. Ele precisa de mais 20 para chegar aos 184 de Orlando Pingo de Ouro, segundo disposto da lista.

Para virar o maior bombeiro do Fluminense da história, Fred terá uma missão muito mais complicada. Isso porque Waldo tem 319 gols em 403 jogos pelo clube. 

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram