NASA finaliza teste crítico de aprovisionamento da missão Artemis 1 antes do lançamento

O chamado “experimento molhado” da missão Artemis 1 foi concluído nesta segunda-feira (20), informou a NASA por volta das 20h40 (horário de Brasília). O teste de aprovisionamento, o principal antes do lançamento, começou no último sábado (18) e teve seu cronograma cumprido com a finalização no dia de hoje. Apesar disso, um vazamento de hidrogênio no sistema de desconexão rápida colocou dúvidas se haveria tempo hábil para o fechamento do experimento.

Aliás, o enviado da NASA sobre o término do “experimento molhado”, explica que os testes foram encerrados mesmo que o vazamento não tenha sido consertado. Segundo a dependência, apesar dos esforços da equipe, o vazamento prosseguiu e logo foi criado um projecto para mascarar os dados afetados pelo vazamento e manter o cronograma do teste. 

publicidade

O projecto acabou colocando um tempo maior de espera durante o teste.  “O tempo necessário para desenvolver o projecto exigia um tempo de espera prolongado durante as atividades de escrutínio regressiva, mas elas puderam ser retomadas com os 10 minutos finais da escrutínio regressiva, chamados de escrutínio de terminais”, disse a NASA.

“Durante a escrutínio de terminais, as equipes realizaram várias operações críticas que devem ser realizadas para o lançamento, incluindo a mudança de controle do sequenciador de lançamento no solo para o sequenciador de lançamento automatizado controlado pelo software de voo do foguete, e uma lanço importante que a equipe queria realizar”. 

Mais detalhes sobre os resultados do “experimento molhado”da missão Artemis 1 vão ser revelados em uma coletiva de prensa na terça-feira (21), por volta das 12h (horário de Brasília). 

Imagem: Nasa

O que é o “experimento molhado” da Artemis 1

O “experimento molhado” é um teste para que a NASA possa abastecer o foguete e prometer o lançamento. O teste começou originalmente no último dia  1º de abril, mas, ao identificar uma série de falhas críticas no carregamento de hidrogênio líquido e oxigênio líquido nos propulsores do SLS, a NASA resolveu interromper o processo. Depois disso, uma série de falhas levaram a novos adiamentos dos testes (e por consequência da missão) até a realização atual.

Leia mais:

O  Programa Artemis visa estabelecer a presença humana na Lua novamente, mais de 50 anos depois da última missão lunar tripulada da história. A Artemis 1 será a primeira do programa lunar Artemis. Nesta missão inicial,  a invólucro Orion vai até o satélite originário da Terreno sem tripulação, por murado de um mês. 

Segundo a NASA, a missão poderá ter entre 26 e 28 dias de duração, ou de 38 a 42 dias, a depender do dia em que o SLS puder decolar. “A duração da missão é variada realizando meia volta ou 1,5 voltas ao volta da Lua na trajectória distante retrógrada, antes de retornar à Terreno”, explicou à dependência em enviado.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso meio!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram